O Satanismo Tradicional

O Satanismo Tradicional
Esta parte abordamos o tema satanismo tradicional, onde procuramos passar uma pequena introdução aos conceitos desta que é a mais antiga visão do satanismo.

O Satanismo Tradicional, ao contrário do que muitas pessoas desinformadas pensam, existiu muito antes do Satanismo Moderno ou qualquer outra vertente do Satanismo, e pode também ser chamado como Satanismo Primordial. Na realidade, ele existe desde sempre,referente a religião da suméria.E muitos ainda o confundem com o Satanismo Gótico, inventado pela Igreja Católica para justificar a Inquisição. Sendo assim, não há fins que justifiquem que o Satanismo Tradicional foi criado pelos cristãos,O Satanismo Tradicional existe antes da igreja Católica, antes de suas cruzadas,e inquisição .E  também o Satanismo não se declara como um ateu,isso se popularizou na teoria de LaVey que somos nosso próprio Deus.

Depois do surgimento de LaVey com seu Satanismo Moderno, surgiram vários outros grupos de pessoas que diziam pertencer ao Satanismo Antigo, o qual surgira antes da Idade Média. Creio que desses grupos, o mais conhecido seja o ONA (Order of Nine Angles), que publicou o Livro Negro de Satan, onde podemos encontrar rituais Satânicos e instruções para cerimônias mágicas. É uma espécie de manual, como eles mesmos dizem “manual prático e conciso para aqueles seriamente interessados nas Artes Negras”.

Diferente do Satanismo Moderno, que acredita que seu próprio Deus é si mesmo, e as imagens de Satan, Lúcifer, et cétera, que são usadas nos rituais, servem apenas para expressar o "lado negro" da sua natureza humana, o Satanismo Tradicional acredita em Satan como uma entidade real, uma divindade. Nós Satanistas Tradicionais vivemos para crescer, evoluir, buscar perfeição, e não somos iludidos com a idéia de que somos Deuses. Não se pode ser um Deus de uma hora para outra, mas somente os mais sábios, e isso sim, mas para isso é preciso ter muito conhecimento, auto-desenvolvimento, e só conseguimos isso por nós mesmos, através de nossos esforços individuais, que com certeza dura muitos anos. Como cita a ONA: “os meios para esta realização são essencialmente práticos; isto é, eles envolvem o indivíduo em experiências que desenvolvam o caráter, que são formativas para “o mundo real” em vez de em alguma experiência em ritos “pseudo-místicos”, “pseudo-intelectuais” ou sentando aos pés de algum pretensioso “mestre””.

É muito fácil hoje em dia, e há muitas pessoas que se consideram Satanistas, mas acham que o Satanismo se restringe apenas a partir do momento em que surgiu LaVey com sua Bíblia Satânica, e pensam que o Satanismo Tradicional nunca existiu. Até o próprio LaVey usou do Satanismo Tradicional para escrever sua Bíblia, o que não significa que ele foi o primeiro ser humano que possuiu idéias satânicas. O que acontece é que naquela época, as pessoas tinham pouco acesso ao conhecimento, existiam muitas pessoas com idéias satânicas, mas que nunca foram passadas para o papel. Dá para se acreditar que o Satanismo teve início em 1966? Pois foi muito antes! Exemplos disso temos ao procurar escritos de Twain, Shaw, Baudelaire, cuja literatura havia retratos simpatizantes de Satan. A verdade está aí para quem se interessar, está tudo mais do que acessível, é só procurar, ou aceitar que a única obra verdadeira do Satanismo seja a Satanic Bible, como fazem os cristãos acreditando em sua Bíblia Sagrada. Não nego que a Satanic Bible é muito interessante, e jamais poderíamos a deixar de ler, pois nela há muitas verdades e fatos relevantes, idéias que podemos ver com clareza que tiveram influências de Crowley, Nietzche e vários outros dos quais merecem respeito. Mas daí dizer que esta é a origem, a única verdade do Satanismo (?!), é incoerente.

               
Mas, enfim, não estou criticando nenhuma ideologia ou ordem, pois nós satanistas não devemos ter em mente as contendas que tanto acontecem no cristianismo, que há uma certa aversão entre católicos e evangélicos, e tantas outras religiões por aí. Satanismo é Satanismo, ele difere entre suas próprias vertentes, mas sua idéia principal está sempre intacta, e o que torna o ser Satanista não é nenhuma ordem, mas sim ele próprio. As Ordens e Associações estão aí para nos dar conhecimento, nos mostrar um caminho. Vai da nossa força de vontade querer seguir adiante e crescer, o que é imperativo que aconteça com os verdadeiros Satanistas.
O caminho para um satanista tradicional não é nada fácil, pois como já mencionei, não é um mestre, ou ritual, ou o que quer que seja que vai lhe tornar um satanista, mas sim teu esforço, indo além dos teus limites, seja físico ou psíquico, o uso do teu lado oculto. O Satanismo é elitista, não é para a maioria. É para os mais fortes, os mais orgulhosos. É claro que os que querem se tornar satanistas geralmente usam da maneira mais fácil, porque lhes convém. Preferem se contentar com grupos que não os façam experimentar seu próprio interior e exterior, porque são pessoas fracas e sem determinação. A ONA, por exemplo, usa de alguns estágios nada fáceis para o ingresso na Ordem, como eles dizem, “nós compreendemos Satanismo como a busca individual para a excelência pessoal, para criar um ser inteiramente novo. Esta busca envolve prática e experiência - porque somente a experiência real cria o caráter”. Na minha modesta opinião, todos os grupos ou ordens deveriam ser assim, pois está claro que de pessoas fracas o mundo está cheio, por isso o caminho deve ser árduo, não para qualquer um, por isso várias pessoas desistem e não conseguem chegar até o fim, porque são pessoas fracas, e o Satanismo não precisa de pessoas fracas. Esses indivíduos precisam de disciplina pessoal. Eles nunca encontraram realmente Satan. Eles acham que o Satanismo é simplesmente mais uma religião, fantasiam demais e não compreendem o Satanismo como um meio de criação de novos e mais desenvolvidos indivíduos.

O Satanista despreza qualquer tipo de fraqueza, e, se elas existem, devem ser eliminadas a qualquer custo, gerando assim um desafio, e cada desafio e provação é visto como uma forma de crescimento, que o torna cada vez mais forte. E os mais fortes e dominantes são os que imperam, os fracos não tem lugar. Outra coisa de extrema importância para um verdadeiro Satanista, que eu não poderia deixar de citar, é o seu próprio corpo, que é sua maior beleza natural. Adoramos o nosso próprio corpo, e também o ato do sexo não só por amor, reprodução ou o que seja, mas simplesmente para saciar as vontades e desejos carnais, podendo assim aproveitar ao máximo tudo o que nosso corpo pode nos proporcionar. Ser Satanista é ser orgulhoso. Ser Satanista é ser forte. Ser Satanista é gostar e pensar em si próprio antes de pensar nos outros.


Satanismo Tradicional realmente acredita na exitência de uma entidade real que seria Satã e se colocam como seguidores desta força primordial. Luciferianas e Setianas tem a mesma crença, sendo que essas outras duas também acreditam em uma entidade Satã, diferente do Satanismo Moderno que acredita que Satã na verdade não passa da natureza do Homem e não lhe atribui independência nem uma existência real fora da mente e do ser humano.




O satanismo tradicional vem de preceitos medievais, onde a cultuação de satã, (que já surgia antes de cristo) traz hoje em dia uma nova religião para alguns, que por muito tempo se manteve oculta dos olhos humanos. O satanismo tradicional diferente do moderno ""Satanismo Ateu""( Anton Lavey, o seu fundador e escritor da biblia satanica), cultua forças do universo que conhecemos como os aeons negros. O satanismo tradicional tem suas formas de rituais baseados em cerimonia, onde sé é celebrado por dois ou mais integrantes, onde se aplicam técnicas de magia sexual, invocações , sabbath... entre muitas outras. Além disso existem também aqueles que são satanistas tradicionais mais acreditam na filosofia de LaVey sendo o seu Próprio Deus.
Desde então muitos desinformados do assunto deve estabelecer opiniões contrárias achando que só exite o Satanismo Ateu. A primeira filosofia de todas foi o teísmo






Ética do Satânica Tradicional
Este texto é uma pequena parte do prefácio do Livro da Escuridão, um trabalho oficial da Ordo Templi Satanis, P.O. Caixa 1093, Atwater, CA 95301, copyright 1991. Qualquer filosofia ao menos implica um código de ética moral para seus seguidores poderem se orientar. O Satanismo, como uma filosofia e como uma religião, não podia ser diferente. Entretanto, a natureza deste código moral parecerá inteiramente estranha para aqueles que possuem a velha idéia do "bem contra o mal" na visão do mundo. As maiores religiões do mundo (Cristianismo, Judaísmo, Islamismo, Taoismo, Hinduismo, e Budismo) são enraizadas em um absolutismo moral. Isto é, há um conjunto objetivo e definido de comportamentos que são "certos" e que são "errados" para os indivíduos praticarem. As diferenças entre essas religiões vêm justamente da idéia exata daqueles comportamentos entre certo e errado, obrigando os indivíduos a fazerem uma escolha entre eles. 
Por exemplo, o Cristianismo é muito específico em sua lista de comportamentos morais que considera certo e errado (exemplificada nos Dez Mandamentos e outras escrituras do Velho Testamento), e é igualmente específico com respeito às consequências quando não se cumpre o comportamento "correto" (queimar dentro do lago do fogo eterno, etc.). O Budismo ainda reconhece um conjunto de comportamentos que são certo e errado, mas diz que ao indivíduo é dada toda liberdade de escolha... Mas é esperado escolher o correto. Não há punição no Budismo pela escolha errada, apenas mais uma encarnação na Terra terá de ser vivida. Isto é significante para compreender que todas as recompensas e punições oferecidas pelas religiões são místicas. Suas existências estão, por sua natureza, impossíveis de se provar. Entretanto, elas são utilizadas para jogar com o desespero e medo das massas; estas idéias provocam um grande impacto sobre o mundo real (por meios da modificação dos comportamentos das pessoas do mundo). 


O Satanismo Tradicional, também, oferece uma lista de sins e nãos, codificada em vários lugares,Entretanto, Satanismo não ilude aos seus adeptos para o bom comportamento ou ameaças. Melhor, o Satanismo é encorajado a olhar sobre toda ação em uma direção única, e pesa as consequências das várias decisões possíveis, Satan quer nos tornar Deuses/Demônios/Dinvidade "seja lá o jeito que você preverir". Neste sentido, o Satanismo oferece um pertinente (em vez de absoluto) código moral. Ao Satanista, moralidade significa fazer o melhor para você mesmo. 


Note que isto não é ser egoísta, como pode parecer retratar. Seguindo este código, Satanistas não são encorajados a sair e roubar, mentir, enganar, e assassinar por sua vontade. Melhor, o Satanista é encorajado a perceber as consequências de suas ações racionalmente. Ele deve se der conta não unicamente dos ganhos em curto prazo, mas também as de longo prazo, antes de seguir qualquer decisão. O Satanista deve ser lógico ao determinar suas ações; após isto não deve deixar nenhum fator atrapalhar sua determinação...





















O satanismo seja ele tradicional ou moderno, tem um aspécto em comum, ambos são uma religião de engrandecimento do ego, do ser que possuimos dentro de cada um de nós, mais podemos encontrar diversas formas diferentes de interpreta-lo. Umas das celebrações importante do satanismo tradicional é a missa negra, onde quebram conceitos cristões, como por exemplo o uso de magia sexual, o ave pai nosso ao contrário, entre muitas outras.


Por O.N.A.
O que é Satanismo?
Satanismo fundamentalmente é um estilo de vida - uma filosofia prática de vida. A essência deste modo é a convicção de que nós retemos tudo, como indivíduos, alcançamos muito mais com nossas vidas do que nós percebemos. A maioria das pessoas desperdiça as oportunidades que a vida pode oferecer. Magicka satânica é simplesmente o uso de forças de magicka ou energias para melhorar a vida de um indivíduo ou indivíduos de acordo com seus desejos. Este uso pode ser de dois tipos - o primeiro é ' externo' e o segundo é ' interno'. Magicka externa é essencialmente feitiçaria: mudança de eventos externos, circunstâncias ou indivíduos conforme os desejos do feiticeiro. Magicka interna é a mudança da consciência do individuo mágico que usa certas técnicas magickas -esta é essencialmente a indagação do Iniciado para os graus mais altos de poder magicko. Na magicka externa existem rituais cerimoniais e herméticos. Rituais cerimoniais são rituais que envolvem mais de dois indivíduos, o lugar de tomada do ritual é em um Templo ou em uma área ao ar livre consagrada como um Templo. Rituais cerimoniais envolvem um texto fixo que é seguido pelos participantes, usando batas cerimoniais junto com o uso de certos artigos que têm magicka ou significado Oculto. Rituais herméticos normalmente são empreendidos só em trabalhos individual ou com um assistente / companheiro. Satanismo, de inicio , é tudo o que fazemos conscientemente liberando nossa escuridão ou natureza sombria, que é por fim empreendido na Magicka Satânica. Satanistas acreditam que nós já somos deuses: mas a maioria das pessoas não entende isto e continua rastejando: por um outro 'deus'. O Satanista está orgulhoso, forte e desafiante e detesta a religião do deus crucificado fundada pelo Nazareno. Um Nazareno (um seguidor de Yeshua) tem medo de morrer e esta abaixo da culpabilidade e inveja. A religião de Yeshua inverteu todos os valores naturais e fixou o curso de nossa evolução consciente. Pelo contrário, Satanismo é uma expressão natural do evolutivo ou ' Prometeu' e sua magicka é um dos meios para nos fazer deuses em Terra e perceber o potencial que a mente possui dentro de nós. Cerimônias satânicas são uns meios para desfrutar os prazeres de vida: eles oferecem carnalidade, o prazer de cumprir os desejos da pessoa, trazendo recompensas materiais e pessoais e as alegrias da escuridão. Mas isto é só o começo, uma fase para algo maior. É um dos propósitos de um Templo Satânico guiar esses que se Iniciam e que se mostram


interessados ao longo caminho difícil e perigoso que são os sete ângulos. Esses que não desejam seguir este caminho de Adepto deveriam desfrutar os muitos prazeres que o Príncipe de ofertas da Escuridão oferece a esses que por um desejo de Iniciação Satânica seguem essa filosofia e esse modo de viver. No Satanismo tradicional há uma avaliação do papel das mulheres, pois o Satanismo em seu nível mais alto se preocupa com o desenvolvimento do indivíduo: papéis como tal é uma parte necessária de auto-desenvolvimento. Papeis devem ser transcendidos e estudados. A estrutura do Templos tradicionais e os rituais executados por esses sócios refletem esta avaliação. Por exemplo, é possível e realmente desejável para um Mestre da Terra estabelecer e organizar seu próprio Templo ao menos que ele deseje o oposto, da mesma maneira que é possível e desejável celebrar a Massa Negra que usa um padre, desnudo, no altar enquanto a Sacerdotisa administra o serviço, tal reversão é um princípio muito aceito na Magicka Negra..













"De acordo com a tradição, cada Mestre que era responsável por um Templo Satânico , tinha de ter consigo, uma cópia do Livro Negro de Satanás.

O Livro Negro contem os rituais Satânicos básicos, instruções relativas a magicka cerimonial em geral. Era o dever do Mestre manter esta caixa forte de livro, longe dos olhos dos não iniciados do Templo. Foram proibidas fazer cópias .

Era o dever do Mestre manter esta caixa forte de livro, longe dos olhos dos não iniciados do Templo. Foram proibidas fazer cópias,hoje todos tem o acesso ao livro, mas nunca o publique e nem o modifique, você não iria gostar de sentir a fúria de Satanás


Livro disponivel para download
O Livro Negro De Satan " O livro principal do Satanismo Tradicional"
                                               DOWNLOAD




Alguns trechos e comentários inseridos neste texto foram extraídos de uma matéria da ONA, a qual dá uma introdução ao Satanismo Tradicional, e explica as exigências da própria Ordem para que o indivíduo venha a se tornar um verdadeiro adepto. Disponibilizarei este texto na próxima matéria que aqui for colocada.
claro que fica muito cômodo afirmar a existência de uma crença tão antiga e mostrar como principal evidência uma tradição oculta secular.

Um comentário:

Mundos Ocultos Por Allenozth